Rede de Diaconia

Notícias e Novidades

Adolescentes do Lar Padilha tem um novo espaço para compartilhar suas histórias

17-11-15

Adolescentes ganham um espaco mais amplo e arejado (1)

Entrega da reforma ocorreu, no sábado, com a presença de autoridades, amigas e amigos da instituição

Um momento especial aconteceu, no sábado (14/11), a entrega da casa dos meninos adolescentes acolhidos no Lar Padilha, que desde fevereiro está em reformas a fim de melhorar o espaço dos jovens. Foram investidos cerca de R$ 150 mil com recursos oriundos da Fundação Semear, Comunidade de Bensheim, Rotary Club, Casa da Amizade do Rotary, COMDICA, KNH e da própria entidade.

São seis quartos para 22 adolescentes, espaço de convivência, sala de TV, sala de música com um piso todo colorido, quarto para o monitor e banheiros com quatro duchas. Cada quarto tem guarda-roupas abertos para todos, facilitando a limpeza e a organização do espaço. Há ventiladores de teto em todos os quartos e ambientes de convivência.

A cerimônia oficial contou com a presença do prefeito Tito Livio Jaeger Filho; presidente da ABEFI, Lori Schmidt; vereadores Telmo Vieira, Guido Mário Prass Filho e Lauri Fillmann; diretor da ABEFI, pastor Carlos Boff; diretor do Lar Padilha, Fernandes Vieira dos Santos; presidente do Rotary, Artur Gustavo Muller; representando Rotary Club Nordeste, Osmar Lanz; Casa da Amizade do Rotary.

Também participaram a presidente do COMDICA, Lenara Balin; secretário de Desenvolvimento Social e Habitação, Anildo Araújo; secretário de Educação, Cultura e Esportes, Antônio Edmar Teixeira de Holanda; grupo Fadas do Bem; representantes da empresa H e D - contratada pelo Rotary para fazer a instalação elétrica, funcionários e amigos do Lar Padilha. O grupo de Hip Hop Aprendizes engrandeceu o momento com sua apresentação.

A REFORMA DA CASA

Foi uma reforma que reconstruiu a antiga casa, que beira os 25 anos, quase que em sua totalidade, como explica o diretor do Lar Padilha, Fernandes Vieira dos Santos. “Fizemos um novo projeto arquitetônico, redistribuindo os espaços com dois objetivos, melhorar a entrada de ar e a iluminação natural, contribuindo para o conforto térmico, pois antes o forro era muito rebaixado e havia uma sensação de calor intenso, por isso optou-se pela troca do tipo de telha que era de brasilit com tesouras muito baixas, por uma mais alta com estruturas de ferro e telhas de forro térmico, que é uma camada de isopor abaixo da telha de zinco”, salienta.

Após isso, segundo Santos, foram feitos a troca do piso de parquet, já muito empodrecidos e esburacados, por um piso frio em toda casa. “Na maioria do piso conseguimos colocar porcelanato”. Paralelamente a isso, foi realizada a troca de toda a parte elétrica, por meio do projeto Lar Padilha mais iluminado do Rotary Club, juntamente com Rotaract, Interact e Casa da Amizade. “Fizeram diversas promoções para angariar recursos a realização deste projeto”, observa o diretor.

Terminada a parte da rede elétrica, foram feitos os acabamentos, troca dos rebocos das paredes, de algumas aberturas de madeiras por janelas de ferro ou mesmo de vidros, aplicação de massa corrida nas paredes com trabalho de textura e pintura interna da casa com cores alegres e vibrantes, tornando o ambiente mais prazeroso.

Houve ainda a troca de forro que antes era de madeira. Nos quartos foram colocados forros de pvc plástico para facilitar a limpeza e melhorar a aparência e nas partes de convivência uma forração com estrutura metálica e isopor contribuindo como isolante térmico. Anterior a toda esta reforma geral, já havia sido construído o novo banheiro da casa.

Texto: Magda Rabie - Mtb 13619
[email protected]
[email protected]
Créditos: Mateus Portal