Rede de Diaconia

Centro Social e Creche Bom Samaritano

O Centro Social e a Creche Bom Samaritano foram criado sob a inspiração dos projetos e trabalhos sociais da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e sob os auspícios da Comunidade Evangélica Luterana do Rio de Janeiro. Sua fundação se deu em 30 de agosto de 1979, e constitui-se em 15 de fevereiro de 2006, como uma associação civil de fins não econômicos.

O Centro Social e Creche Bom Samaritano mantêm os seus objetivos atendendo 100 crianças, de dois a seis anos, e seus familiares das comunidades do Cantagalo, Pavão, Pavãozinho e adjacências ao bairro de Ipanema, zona Sul do Rio de Janeiro. A maioria destas crianças é de filhas e filhos de empregadas domésticas, faxineiras, vendedores ambulantes, recicladores de lixo, pedreiros, atendentes em botequins, padarias e outras atividades do setor informal.

Uma pequena parcela tem pais que exercem atividades um pouco mais qualificadas e melhor remuneradas, como balconistas, estoquistas e porteiros. Vivem em moradias toscas, barracos de um, dois ou três cômodos, com fornecimento de água precário, sem saneamento básico, frequentemente compartilhados com avós, tios e primos. Grande parte de sua renda é utilizada no pagamento de aluguel. A maioria destas famílias é composta de migrantes que vieram buscar na cidade do Rio de Janeiro uma oportunidade de melhoria de vida. Não são poucas as famílias que ainda enviam ajuda financeira para parentes pobres que permanecem no nordeste, como avós idosos, irmãos doentes, ou filhos.

No cumprimento da nossa proposta político pedagógica procuramos oferecer às crianças atendimento de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 17 horas. São quatro grupos de crianças, que se dividem, no espaço da creche, de acordo com a faixa etária.

Missão

Os principais valores assumidos são a educação e o respeito pelos direitos humanos. A instituição dissemina e fortalece estes valores através de sua prática e testemunhos diários. Participa de diferentes segmentos da sociedade, colaborando para o aprimoramento destes valores e denunciando o desrespeito aos mesmos. 

Visão

Através das crianças e das comunidades atendidas, recuperar a capacidade de mobilização da sociedade e suas organizações para se conseguir mais efetivamente exigir que o Estado cumpra o seu dever de oferecer uma educação púbica e de qualidade de tempo integral para todos.