Diaconia transformadora: coordenações e equipes buscam minimizar efeitos da pandemia que atingem vidas de crianças, adolescentes, pessoas idosas e suas famílias

18 de maio de 2020
In Notícias e Novidades

Diaconia transformadora: coordenações e equipes buscam minimizar efeitos da pandemia que atingem vidas de crianças, adolescentes, pessoas idosas e suas famílias

A pandemia de covid-19 está sendo enfrentada com responsabilidade nas unidades diaconais da Instituição Beneficente Martim Lutero – IBML. Dentro de cada contexto, a prática diaconal transformadora tem continuidade e vai ao encontro das necessidades, agora agravadas, das pessoas atendidas. As coordenadoras e respectivas equipes buscam possibilidades de minimizar os efeitos que atingem vidas de crianças, adolescentes e suas famílias, assim como das pessoas idosas.

No Centro de Integração Martinho – CIM, após suspensão das atividades presenciais, os gêneros alimentícios em estoque foram transformados em cestas básicas, juntamente com doações recebidas do Programa Mesa Brasil/SESC e entregues às famílias da comunidade. A ação se repetiu por mais uma vez, graças a doações de alimentos e máscaras recebidas de parceiras da IBML. Junto com as cestas, são enviadas atividades impressas para que as crianças possam se distrair de maneira prazerosa. No intuito de continuar apoiando as famílias durante a pandemia, a unidade encaminhou um projeto em resposta ao edital do Itaú Social, Comunidade, presente! Se aprovado, possibilitará a compra e distribuição de itens alimentícios, de higiene e limpeza para as famílias usuárias do CIM por três meses. 

O Centro Cantinho Amigo – CCA também suspendeu as atividades presenciais. As educadoras passaram a elaborar e enviar vídeos com atividades pedagógicas que podem ser realizadas pelas crianças com o apoio de pessoas maiores, além de entregar semanalmente atividades impressas. Como retorno, recebem fotos e vídeos das crianças realizando seus trabalhinhos. 

Em parceria com a prefeitura local, foi possível fornecer para cada família um vale a ser trocado por uma cesta básica em supermercado. A doação de cestas básicas por uma pessoa que apoia o CCA há vários anos permitiu que famílias em situação mais crítica fossem beneficiadas com um reforço nos itens.  

A equipe do CCA disponibilizou apoiou a algumas famílias na realização do cadastro para recebimento do auxílio emergencial, possibilitando seu acesso ao recurso. 

Como instituição de longa permanência para pessoas idosas, o Lar Luísa Griese – LLG tomou por base a apostila “FRENTE NACIONAL DE FORTALECIMENTO ÀS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS”, elaborada por um grupo composto por diversos profissionais do Brasil, no enfrentamento da pandemia. O material embasou a construção de medidas de segurança que envolvem profissionais e residentes, como planilhas de acompanhamento e de identificação de sintomas, contato com a rede de saúde local e com a secretaria de saúde regional. A busca por profissionais da psicologia voluntários obteve boa resposta e atendimentos online com pessoas idosas e da equipe que manifestam interesse estão acontecendo. Com as visitas suspensas, vídeo chamadas entre residentes e respectivas famílias são proporcionadas. Um dos desafios tem sido a dificuldade de pessoas idosas entender o que está acontecendo. A atenção individualizada tem sido redobrada, como forma de minimizar o estresse e a insegurança que a situação gera. Outra ação importante colocada em prática para diminuir os riscos de propagação do coronavírus foi a construção de um plano de gerenciamento de resíduos sólidos de saúde, envolvendo acondicionamento, armazenamento e transporte por empresa especializada.