Jornada Nem Tão Doce Lar chega em Afonso Cláudio (ES)

Jornada Nem Tão Doce Lar chega em Afonso Cláudio (ES)
6 de julho de 2022

Desde o início do ano, a Nem Tão Doce Lar, por meio da Fundação Luterana de Diaconia (FLD), vem desenvolvendo um conjunto de atividades que visa sensibilizar a sociedade para o tema da superação da violência doméstica e familiar. Por meio de formações, exposições e rodas de diálogo, a iniciativa propõe métodos preventivos, incentiva denúncias, propaga serviços de acompanhamento e de proteção e busca fortalecer articulações entre organizações que integram as redes locais de apoio.

Entre os dias 22 e 25 de junho, foi a vez da cidade de Afonso Cláudio (ES), localizada no âmbito do Sínodo Espírito Santo à Belém, receber a Jornada Nem Tão Doce Lar.

A primeira atividade foi a oficina de formação de acolhedoras e acolhedoras, que reuniu mais de 60 pessoas entre estudantes, profissionais de organizações da sociedade civil (ADL, APAE e Casa Abrigo Ciranda), equipamentos públicos (CREAS e CRAS) e conselho tutelar. Ela aconteceu nas dependências da Associação Diacônica Luterana (ADL), instituição diaconal que integra a Rede de Diaconia da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB), localizada em Serra Pelada (ES). Saiba mais CLICANDO AQUI.

Já a exposição itinerante e interativa, que replica o interior de uma casa com sinais e evidências de violências, foi montada na praça Aderbal Galvão, no centro da cidade, com auxílio da secretaria municipal de Assistência Social. O espaço recebeu mais de 250 visitas, principalmente de estudantes de escolas públicas, ao longo dos dois dias que esteve aberto.

Por fim, uma oficina sobre Masculinidades Saudáveis para o enfrentamento às violências foi realizada junto a educadoras, educadores e estudantes da ADL. Cerca de 30 pessoas participaram da conversa ministrada por Rogério Oliveira de Aguiar, assessor de projetos em Diaconia e Direitos Humanos da FLD.

Segundo Noemia Broedel Kuster Harchbart, coordenadora do CREAS, as funcionárias e os funcionários da Secretaria Municipal de Assistência Social estão agora mais capacitadas e capacitados para perceber sutilezas que poderiam antes passar despercebidas. “A exposição aprimorou conhecimentos e qualificou o processo de observação e de escuta eficaz nos atendimentos realizados em visitas domiciliares”, afirma.

Elismara Lauvrs, assistente social da ADL, também participou da oficina de formação junto com profissionais da rede, abordando pessoas que circulavam na praça e realizando diálogos sobre o tema. “A ação reforçou a importância das parcerias entre as organizações da sociedade civil e equipamentos públicos para a aplicabilidade das políticas públicas de defesa e garantias de direito”, comenta.

Para o P. Emerson Lauvrs, gestor da ADL, a ação foi uma boa oportunidade de estreitar e fortalecer laços entre as instituições. “Essa ação nos mostrou mais uma vez que quando nos unimos ações bonitas podem acontecer e objetivos podem ser alcançados. Agradecemos a FLD por ter trazido por intermédio da ADL a “Nem Tão Doce Lar” para o nosso município”, conclui.

A Jornada Nem Tão Doce Lar em Afonso Cláudio é fruto de uma parceria entre a Fundação Luterana de Diaconia (FLD), Associação Diacônica Luterana (ADL), Centro de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS) e Centro de Referência em Assistência Social (CRAS). 

As atividades realizadas no ano de 2022 contam com o apoio da Igreja Evangélica de Confissão Luterana (IECLB) através do Fundo de trabalho com vítimas de violência doméstica, constituído a partir do plano de ofertas nacional.