Rede de Diaconia

Notícias e Novidades

Abefi participa de conferência

15-06-15

Evento municipal reuniu mais 400 pessoas e discutiu sobre os direitos da criança e do adolescente


Adolescentes e funcionários da Abefi marcaram presença nesta sexta-feira (12/06) na 9ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - “Política e Plano Decenal dos Direitos Humanos da Criança e Adolescente; Fortalecendo os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente”, na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo. Com objetivo de criar um plano para os próximos dez anos, o evento contou com diversas com apresentações artísticas, palestras e grupos de discussões reunindo mais de 400 pessoas.

Entre os temas discutidos estiveram a promoção dos direitos de crianças e adolescentes, proteção e defesa dos direitos, protagonismo e participação de crianças e adolescentes, controle social da efetivação dos direitos e gestão da política nacional dos direitos humanos de crianças e adolescentes.

O adolescente Mateus Renan da Silva, que representou da comissão organizadora do evento na mesa oficial, disse que luta pelos direitos das crianças e dos adolescentes através de seu trabalho no grupo Voz Ativa. “Faço visitas nas escolas e organizações para ir atrás de nossos direitos. Já ajudei várias escolas a criarem o grêmio estudantil. Vou continuar com este trabalho de auxiliar outros jovens como eu a conquistar seus direitos”, enfatizou.

Para o presidente do CMDCA e diretor geral da Abefi, Carlos Bock, a conferência foi o momento para as crianças e adolescentes participarem e serem protagonistas de sua própria história na conquista de seus direitos. “Sou filho da ditadura e na minha época não tive a chance de participar e discutir sobre este tema. Mas esta conferência é a oportunidade de discutirmos em conjunto, criar propostas para lutarmos pelos direitos das crianças e adolescentes”, salientou.

Um dos painelistas do evento foi o grupo Sou Multiplicador, composto por adolescentes de 12 a 18 anos que aprendem sobre diversos temas de interesse como sexualidade, drogas, violência e vão às escolas para repassar o conhecimento adquirido. “Tudo que aprendemos compartilhamos numa linguagem de jovem para jovem, que é diferente de quando um adulto ensina sobre um determinado assunto. Assim os adolescentes prestam mais atenção e entendem com maior facilidade sobre os diversos assuntos que discutimos de saúde. Queremos inserir os jovens nas políticas públicas de saúde. Nosso projeto do Sou Multiplicador ficou entre os seis melhores grupos de inovação do país”, comentou Larissa Ellen de Lima, uma das integrantes do Sou Multiplicador.

O evento foi desenvolvido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) em parceria com as secretarias de Desenvolvimento Social (SDS) e Educação (SMED).

Abefi

15/06/2015: Evento municipal reuniu mais 400 pessoas e discutiu sobre os direitos da criança e do adolescente

http://www.abefi.org.br/noticia/abefi-participa-de-conferencia